Underwriting

O QUE É

Serviço onde o Banco atua como intermediário financeiro na colocação de títulos e valores mobiliários, viabilizando o acesso das Empresas ao mercado de capitais.

PÚBLICO ALVO

Sociedade anônima registrada na CVM (essas Empresas também são conhecidas como Companhias Abertas) para emitir ações, debêntures, notas promissórias (até 360 – trezentos e sessenta – dias) e certificados de depósitos, ou Empresas que não sejam registradas na CVM (também conhecidas como Companhias Fechadas) podem emitir notas promissórias com prazo máximo de até 180 (cento e oitenta) dias.

CARACTERÍSTICAS BÁSICAS

Valores Mobiliários negociados

a) Ações
São operações de captação de recursos para Empresas, em que há emissão de ações novas (operação primária) ou a venda de ações já existentes (processo denominado block trade ou venda secundária).

b) Debêntures – Títulos de Dívida
São operações de captação de recursos por meio de emissão de títulos de dívida pela Empresa, cujos rendimentos são fixos, prefixados ou pós-fixados, definidos na Escritura de Emissão. Podem ser do tipo simples, conversíveis ou permutáveis em ações.

c) Notas Promissórias – Títulos de Dívida
São operações de captação de recursos por meio de emissão de títulos de dívida de curto prazo, de até 360 (trezentos e sessenta) dias, com remuneração prefixada ou pós-fixada.

d) Certificados de Depósitos (BDR, ADR e GDR)

1) A estrutura dos certificados de depósitos destina-se a permitir que um título mobiliário emitido em um país seja negociado em outro.
2) Para a emissão de BDRs (Brazilian Depositary Receipts), os clientes devem ser Empresas estrangeiras. Nesse caso, a Empresa estrangeira quer ter suas ações negociadas no Brasil.
3) Para a emissão de ADRs (American Depositary Receipts), os clientes devem ser Empresas brasileiras e que queiram negociar suas ações nos Estados Unidos.
4) Para a emissão de GDRs (Global Depositary Receipts), os clientes devem ser Empresas brasileiras e que queiram negociar suas ações em dois ou mais países, simultaneamente.

e) OPA (Oferta Pública de Aquisição de Ações)
As OPAs podem ser obrigatórias ou voluntárias. Serão obrigatórias em decorrência de aumento de participação, nos limites determinados pela regulamentação em vigor, transferência do controle acionário e cancelamento de registro de Companhia Aberta.

f) Operações Externas
São operações de captação de recursos para Empresas, em que há emissão de títulos de dívida ou ações, no Mercado de Capitais Internacional.

ARGUMENTOS DE VENDAS

NORMA BÁSICA